A complexidade da vida desafia-nos a encontrar a simplicidade.

Que as minhas experiências podem ter condicionado a forma como eu penso, sinto e perceciono a vida mas não definem quem Sou e que estamos sempre a tempo de renovar esses filtros.

 

Existem influências poderosas dentro e fora de nós que instigam o nosso comportamento e conhecê-las é resgatar o nosso poder sobre a vida.

Está ao alcance de todos, sermos a melhor versão de nós próprios.

É cada vez mais importante assumirmos a responsabilidade e a liderança da nossa própria vida, reafirmando frequentemente as nossas intenções.

O que mais nos condiciona é o medo, medo esse que tem várias máscaras, profundamente enraizado mas que oculta e aguarda a nossa vontade profunda de vivermos uma vida mais autêntica e desprogramada, uma vida em consonância e ressonância com quem somos e o nosso propósito.

O amor próprio e o sentido de rendição são a chaves para elevarmos a  nossa consciência e abrirmos muitas das nossas gaiolas internas em direção a uma vida mais vibrante e autêntica.

As crianças transportam a chave de muitos dos nossos desafios internos. Tornarmo-nos recetivos a elas é crescer e evoluir, enquanto seres humanos.

A voz mais credível é aquela de se evidência quando silencío a minha mente.​

Não temos de procurar a felicidade ou a alegria...apenas deixarmo-nos contagiar pelos pequenos milagres que a Vida nos oferece...​

O verdadeiro valor da vida acontece quando a vivemos em gratidão e sem expetativas...!

Adoro poesia, música, arte e toda a forma genuína e pura da revelação de quem Somos.

 

Algumas redescobertas que funcionam como

bússolas na minha vida

mão dadas.jpg
equilibrio_pedras.jpg
sunbeams-in-spring-forest-1334174-639x34
water-lily-1249390-1280x960.jpg