Buscar

A importância do desapego




Nada no Universo dura para sempre na mesma forma, da mesma maneira. A Natureza revela-nos este ensinamento de forma bem explícita. Existem ciclos de VIDA-MORTE-VIDA em tudo no Universo.


O que significa que para haver evolução, terá sempre de haver um processo de transformação, uma mudança de lugar, a criação de uma nova forma.


Durante séculos a ilusão da separação foi acontecendo porque deixamo-nos de conectar com a nossa essência, com o nosso coração.


Passamos a acreditar que o que desaparece do plano físico, desaparece completamente, e isso fez com que aprendêssemos a viver com medo de perdermos as coisas, as pessoas, a vida, os trabalhos, até as nossas dores e nos apegássemos a tudo o que queremos consciente ou inconscientemente, possuir, manter a todo custo.


As pessoas não morrem, mudam de forma, os animais não se extinguem, mudam de forma, o nosso trabalho não acaba, mas pode ser um convite para uma transformação: talvez na forma de pensar, transformação de crenças, de consciência, de actividade,…


Pessoas, profissões, actividades várias, crenças, padrões emocionais, formas-pensamento, a vida material e física, tantas são os aspetos a que nos apegamos, por diversas razões, permanecendo no conflito da mente, no desacreditar da continuidade, de outra forma.


E continuamos a querer estagnar as águas o máximo possível, procurando respostas e soluções no mesmo plano de consciência com que tudo foi criado. Albert Einstein já dizia: “Não podemos resolver um problema, no mesmo estado mental que o criou”.


É tempo de voltarmos ao nosso templo interior, conectarmo-nos com a sabedoria do nosso coração. Depois seremos, mais facilmente capazes de soltar, entregar, vivendo e abençoando cada presente.


É preciso voltarmo-nos para o nosso coração, para a nossa essência para compreender que lá existe a essência de todas as coisas, da vida e da morte.


Desapego é permitir que a vida avance, que o ciclo criativo continue, que as águas corram pelo rio e que a evolução aconteça.


Que possamos deixar ir os apegos, e em Humildade e Entrega aceitar o Mistério da Vida, permitindo que tudo o que já pertence ao passado ocupe um novo lugar nas nossas vidas, integrando assim um movimento propulsor e evolutivo.


E há tanto para falar disto...


Abraço-vos

😍💖


Www.anasofiaeducar.com

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo