Registe-se no nosso site e receba as últimas novidades!

Escrevo poesia desde que sei escrever. Partilho convosco a inspiração da minha alma...

 

Para além do medo

 

Permaneço numa praia paradisíaca

Vivo na sombra de uma árvore

Como seria bom mergulhar naquele mar

Como me sentiria se pudesse experimentar

Apenas observo e ponho-me a sonhar

 

Se saísse da sombra da árvore

Talvez o sol queimasse o meu pálido corpo

Talvez o mar me engolisse e não pudesse mais voltar

Talvez seja tudo uma tremenda ilusão

Fruto da minha ansiedade e imaginação

 

Enquanto permaneço debaixo da sombra da árvore

Questiono se dois ou três passos seriam suficientes

Ou se o caminho curiosamente se estendesse

Talvez caísse ou até me perdesse

E tudo poderia tornar-se tão diferente

 

Até que um dia não aguento mais esperar

O meu corpo cada vez mais pálido

Entrega-se à vida e decide mergulhar

Abandonando a sombra daquela árvore

E de toda a segurança que o impedia de se libertar

 

E de repente o calor aquece o meu corpo

O meu coração transborda de alegria e de vida

Mãos que não vejo mas que me embalam ao caminhar

Mais segura do que nunca, permito-me mergulhar

No desconhecido deste mar, na fonte da vida.

 

 

O ouro que o medo oferece

 

O medo impõe limites, condiciona-nos

Na ilusão da liberdade tendemos a viver

Torna-nos incapazes de poder escolher

Sem consciência do ouro que nos pode oferecer

É hora de escutarmos o que tem para nos dizer

 

O medo é um dos caminhos da revelação

Algo que em nós anseia por transcender

Reprimido ganha uma maior dimensão

Que nos aprisiona com toda a razão

Por termos medo de nunca o medo perder

 

Para quem tem medo de se afirmar

Para quem tem medo de se expressar

É a nossa âncora que temos de encontrar

Reconhecendo quem somos e o nosso lugar

Só com os pés bem assentes, poderemos voar

 

Ouçam e sintam o que nos tem para ensinar:

O medo dá-nos a dúvida para reconhecermos a importância da escolha

O medo do julgamento alheio revela a incapacidade de nos aceitarmos.

O medo de sermos prisioneiros priva-nos da liberdade interior

Faz-nos refletir para nos reencontrarmos em amor

O medo de morrer esconde a alegria de viver

Separa-nos internamente para procurarmos a união

Esta simples mas grandiosa emoção

Que muito oculta a capacidade de amar

Honremos o medo no caminho do coração

Honremos o medo que veda o que em nós quer brilhar.

 

Essência Divina

Resplandece no teu Ser

A essência que te habita

Em ti se quer expandir

Consciência Pura…acredita!!

Permite-te ver, ouvir e sentir

Através do coração

Nutrindo gratidão

Por todas as marés

E abraça com paixão

Uma vida sem ilusão

Onde quer que tu estejas, TU ÉS…

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now